Depressao

A depressão afecta cada pessoa de maneiras diferentes, por isso os sintomas da depressão variam de pessoa para pessoa. Traços herdados, idade, sexo e cultura, todos desempenham um papel importante na forma como a depressão pode afetar uma pessoa.

Para algumas pessoas, os sintomas de depressão são tão graves que é óbvio que algo não está bem, enquanto outras sentem-se infelizes sem saber porquê, por essa razão é bom saber quais os sintomas da depressão e estar atento aos sinais.

Os sintomas da depressão não são apenas psicológicos, são também físicos.

Se os sintomas mencionados abaixo estiverem presentes por mais de duas semanas, então pode estar presente depressão, quanto maior o numero de sintomas presentes numa pessoa maior é a probabilidade de ter depressão.

Sintomas psicológicos de depressão

  • Sentimentos de tristeza ou infelicidade
  • Pensamentos e sentimentos de inutilidade
  • Sentimentos de ódio de si próprio
  • Irritabilidade e intolerância com os outros
  • Sentimentos de desespero
  • Sentimentos de impotência
  • Chorar quase todos os dias

  • Sentimento de culpa
  • Explosões de raiva
  • Dificuldade em tomar decisões
  • Sentir que não é possível apreciar a vida
  • Pensamentos de auto-agressão
  • Pensamentos de suicídio
  • Sentir ansiedade e preocupação persistente

Sintomas físicos de depressão

  • Os movimentos do corpo podem ser mais lentos do que costumavam ser
  • Concentração e raciocínio reduzidos
  • Falar mais lentamente
  • Alteração nos hábitos alimentares e do apetite – normalmente, come-se menos e perde-se peso. No entanto, algumas pessoas podem comer mais e ganhar peso.
  • Prisão de ventre
  • Baixo desejo sexual
  • Falta de energia, fadiga e cansaço mesmo em pequenas tarefas
  • Ciclo menstrual da mulher pode mudar
  • Inquietação
  • Dores inexplicáveis, como problemas de dor nas costas e dor de cabeça
  • Perturbação do sono (dificuldade em adormecer à noite, acordar muito cedo pela manhã, acordar durante a noite e não conseguir voltar a dormir, e também dormir demasiado)

Sintomas sociais de depressão

  • Baixo desempenho no trabalho / escola
  • Evitar manter contato com amigos
  • Abandonar interesses e hobbies
  • Ter problemas em casa e vida familiar

Sintomas de depressão em crianças e adolescentes

Os sintomas da depressão podem ser um pouco diferente em crianças e adolescentes do que em adultos.

  • Em crianças, os sintomas da depressão podem incluir tristeza, irritabilidade, falta de esperança e preocupação.
  • Os sintomas em adolescentes podem incluir ansiedade, raiva e evitar a interacção social.
  • Mudanças no pensamento e sono são sinais comuns de depressão em adolescentes e adultos, mas não são tão comuns em crianças mais jovens.
  • Em crianças e adolescentes, a depressão muitas vezes ocorre juntamente com problemas de comportamento e outras condições de saúde mental, tais como ansiedade ou transtorno de déficit de atenção.
  • O rendimento escolar pode sofrer em crianças que estão deprimidas.

Sintomas de depressão em idosos

A depressão pode ocorrer em idosos. Infelizmente, muitas vezes a depressão não é tratada e diagnosticada. Muitos idosos com depressão sentem-se relutantes em procurar ajuda quando se estão a sentir em baixo.

  • A depressão pode ir sem diagnóstico porque os sintomas como fadiga, perda de apetite e problemas de sono por exemplo podem parecer a ser causados ​​por outras doenças.
  • Idosos com depressão podem ter sintomas menos óbvios. Eles podem se sentir insatisfeitos com a vida em geral, entediados, impotentes ou sem valor. Podem querer ficar sempre em casa, em vez de sair para socializar ou fazer coisas novas.

Gravidade da depressão

  • Depressão leve tem algum impacto na sua vida diária
  • Depressão moderada tem um impacto significativo na sua vida diária
  • Depressão grave torna quase impossível passar pela vida diária –  algumas pessoas com depressão grave podem ter sintomas psicóticos

Pensamentos sobre suicídio devem ser levados a sério especialmente se acompanhado com solidão.

É possível que uma pessoa não reconheça os sintomas da depressão, ou o que se está a passar na vida da pessoa a fim de pedir ajuda. O seu médico pode ajudar a classificar e definir o que está acontecendo consigo e se é consistente com depressão.