magnesio-mg
Oh, Mg! O magnésio é tão potente como medicamentos antidepressivos no alívio dos sintomas da depressão.

Tomar suplementos de magnésio pode ajudar a vencer a depressão como revelado por diversas pesquisas feitas sobre esta matéria.

Neste artigo vai poder saber tudo sobre os benefícios de magnésio para combater a depressão.

A depressão é um transtorno de humor ou um estado mental que é principalmente marcado por um sentimento pessimista de inadequação e de uma desesperada falta de atividade, é muitas vezes tratada com antidepressivos.

No entanto, em vez de tomar antidepressivos de prescrição que contem alguns efeitos secundários graves, por que não ir para uma alternativa natural para tratar a depressão?

Estudos sugerem que a insuficiência de magnésio pode ser uma das razões causadoras de depressão. Assim, o aumento da ingestão de magnésio pode contribuir para combater a depressão.

A depressão tem sido identificada como um dos principais sintomas de deficiência de magnésio.

As pessoas que apresentam sintomas de depressão, como um sentimento que permeia tudo de:

… tendem a ter baixos níveis de magnésio.

Mas… O que é o magnésio?

O magnésio é um mineral essencial que é necessário para uma boa saúde, incluindo o bom funcionamento mental. O magnésio é um nutriente essencial que é muitas vezes deficiente em dietas modernas. O magnésio desempenha um papel importante nas reações bioquímicas em todo o corpo.

Em 1968, Wacker e Parisi relatou que a falta de magnésio pode causar depressão, distúrbios de comportamento, dores de cabeça, cãibras musculares, convulsões, ataxia, psicose e irritabilidade – tudo reversível com a reposição de magnésio.

É importante consultar o seu médico antes de tomar magnésio ou outros suplementos dietéticos para tratar a depressão.

Como o magnésio ajuda a curar a depressão?

curar-depressao2O magnésio desempenha um papel-chave na melhoria dos níveis de serotonina, também referida como um hormônio feliz. A produção de serotonina que ocorre no cérebro ajuda a regular o humor, sono e apetite.

Quaisquer distúrbios nos níveis de serotonina pode ter um impacto negativo sobre o humor de uma pessoa, o que pode, eventualmente, causar depressão. Quando há uma escassez de magnésio no corpo devido a uma má nutrição, os níveis de serotonina tendem a diminuir, o que pode levar a depressão e ansiedade.

Aumentar a ingestão de magnésio pode corrigir os desequilíbrios de serotonina, e pode ajudar a combater a depressão de forma eficaz.

Embora os antidepressivos ajudam a elevar os níveis de serotonina, os efeitos colaterais associados a estes medicamentos de prescrição são causas suficientes para preocupação.

A serotonina, também conhecido como o hormônio da felicidade, é crucial para o bem-estar emocional. O hormônio ajuda a manter o equilíbrio emocional.

O Magnésio, conhecido por estar envolvido em mais de 300 reacções enzimáticas fundamentais, também promove a libertação e a utilização de serotonina pelo cérebro. Quando existe insuficiência de magnésio, a serotonina não é produzido em quantidades suficientes.

Tomando antidepressivos ajuda a aumentar artificialmente a oferta de serotonina. No entanto, esta produção de serotonina artificial muitas vezes causa perda do desejo sexual, um efeito colateral comum dos antidepressivos.

Se os niveis de magnésio adequados estão presentes no corpo, aumentar os níveis de serotonina artificialmente não é necessário.

Dosagem para prevenir deficiência de Magnésio

Magnésio é necessário, a fim de prevenir a deficiência em magnésio, que podem causar uma série de sintomas, incluindo a ansiedade, a insónia, irritabilidade e, possivelmente, a depressão.

Além de baixa ingestão de magnésio na dieta, outros fatores que podem contribuir para a deficiência de magnésio incluem:

  • Stress
  • Transpiração excessiva
  • Períodos menstruais
  • Ingerir sal demais
  • Àlcool
  • Café ou refrigerante

Por referencia, a deficiência de magnésio não é incomum nos Estados Unidos, e ocorre com mais frequência entre as mulheres, afro-americanos e os idosos, de acordo com MedlinePlus.

Embora alguma pesquisa liga deficiência de magnésio à depressão, não há nenhuma dosagem recomendada de magnésio estabelecida para o tratamento da depressão.

A recomendação é que os homens precisam de 400-420 mg de magnésio na dieta por dia, enquanto as mulheres precisam de 310-320 mg por dia.

No entanto, a ingestão de suplementos dietéticos de magnésio não deverá exceder 350 mg dia.

Magnésio também cura episódios depressivos graves

Os suplementos de magnésio também têm sido úteis para o tratamento de episódios depressivos mais graves.

Vários estudos[1] demonstraram que os pacientes que tomam suplementos de magnésio em intensidade variável (125-300 mg) durante cada refeição e antes de ir para a cama foram capazes de superar rapidamente episódios depressivos graves no prazo de 7 dias.

Os estudos provaram que o magnésio acelera eficazmente o processo de recuperação da depressão.

Em outro ensaio clínico aleatório realizado em 2008[2], verificou-se que o magnésio foi igualmente bom em comparação com melipramine (antidepressivo tricíclico) para o tratamento da depressão.

É importante notar que estas doses experimentais para tratamento de depressão são mais elevadas do que aquelas considerados seguras pelas autoridades de saúde, e você não deve tentar estas altas doses de magnésio.

Como aumentar os níveis de magnésio?

comida-magnesioOs níveis globais de magnésio no corpo são difíceis de medir.

A maioria de magnésio do nosso corpo é armazenado nos ossos, o resto nas células, e uma quantidade muito pequena está no sangue.

A fim de melhorar os níveis de magnésio no sangue, é necessário incluir alimentos ricos em magnésio na sua dieta.

De acordo com os Institutos Nacionais de Saúde, a melhor maneira de obter magnésio extra é comer uma variedade de grãos integrais, legumes e vegetais folhosos e escuros.

Amêndoas, avelãs, espinafre e arroz integral são excelentes fontes de magnésio e, consequentemente, o seu consumo regular pode ajudar a aumentar a ingestão de magnésio.

Outros alimentos comuns que são boas fontes alimentares de magnésio:

  • Batatas cozidas
  • Manteiga de amendoim
  • Aveia fortificada
  • Arroz marrom de grãos longos
AlimentosPesoMagnésio
Sementes de abóbora57 g303 mg
Amêndoas78 g238 mg
Avelã68 g192 mg
Castanha-do-pará70 g166 mg
Amendoim72 g125 mg
Sementes de girassol68 g82 mg
Alcachofra120 g72 mg
Espinafre100 g64 mg
Aveia cozida234 g56 mg
Beterraba fresca cozida72 g49 mg
Gérmen de trigo14 g45 mg
Iogurte245 g43 mg
Arroz integral98 g42 mg
Abacate100 g39 mg
Ameixa85 g38 mg
Banana118 g34 mg
Leite desnatado245 g28 mg
Sumo de laranja242 g27 mg

Suplementos de magnésio para curar a depressão

suplementos magnesio

Também pode ser necessário suplementos de magnésio para combater a depressão de forma eficaz. Citrato de magnésio, (ou glicinato de magnésio e taurinato de magnésio) uma forma suplementar comumente recomendado de magnésio, pode ser útil para superar a depressão.

Os suplementos que contêm citrato de magnésio iónico podem ser facilmente absorvidos e, consequentemente, são muitas vezes prescritos para a depressão.

Fale com o seu médico para verificar a possibilidade se um suplemento de cálcio irá ser bom para si.

Informe se estiver a tomar suplementos de cálcio ou se o suplemento de magnésio contiver cálcio, pois o cálcio é um “adversário” do magnésio, reduzindo o magnésio no corpo e pode fazer piorar a depressão.

Prestadores de cuidados de saúde e médicos de familia prescrevem principalmente uma dose diária de 300-400 mg de magnésio para a elevação do humor e tratamento de tendências depressivas.