Provavelmente já te passou pela cabeça: Como contar que tenho depressão? Como falar sobre depressão? E é isso mesmo que vamos falar.

Falar com amigos e família pode ajuda-lo a ultrapassar a depressão. Amigos e familiares podem dar apoio e ajudá-lo nesta fase, como levá-lo ao médico. Saber que alguém que você confia está apoia-lo vai ficar mais fácil ultrapassar a depressão.

falar-pais

A melhor protecção da discriminação e estigma associado à depressão é não contar a ninguem. O sigilo é certamente uma estratégia frequentemente usada. No entanto, essa protecção tem um custo: com o sigilo vem o afastamento e isolamento social.

Viver em silêncio pode ter efeitos nocivos para si próprio. Muitos acham que a partilha adequada com a família e amigos chegados é libertador, e também ajuda a combater o estigma.

No entanto iniciar uma conversa pode ser difícil, por essa razão vamos dar algumas dicas sobre como falar sobre a sua depressão.

Fale com um profissional de saúde mental

Obter aconselhamento de um profissional de saúde mental antes de falar com a sua família sobre a depressão, pode ser útil na medida em que ele vai ajuda-lo com a depressão e orientá-lo sobre como e a quem contar que você está a passar por depressão.

Se ainda não falou com um profissional de saúde leia os passos a seguir.

   1. Você é o guardião de sua própria informação

Lembre-se que, quanta informação e com quem você compartilha é a sua escolha. Além disso, a escolha de não compartilhar com alguém não faz de você desonesto ou má pessoa. Em vez disso, você está fazendo a sua decisão com base no facto de a pessoa vai entender o que você pode estar enfrentando, se ele / ela tem o potencial de oferecer-lhe apoio, e se você acredita que contar à pessoa sobre a sua doença vai fazer você se sentir melhor.

   2. Identifique pessoas de confiança

A depressão pode fazer você se sentir a pessoa mais solitária do mundo. Mas quando você é capaz de compartilhar com os outros, você percebe que não está sozinho. Sabendo que há pessoas que pode confiar pode ser extremamente útil. Faça uma lista mental de pessoas que você está girando confortável para quando você precisa falar. Esta lista pode incluir membros da família, amigos ou membros de um grupo de apoio.

   3.  Esteja preparado para perguntas

Os seus membros da família podem ser incapazes de compreender a profundidade da tristeza que a depressão pode causar. Tente permanecer calmo, tenha uma mente aberta e dê o benefício da dúvida ao que os seus familiares podem perguntar, eles podem parecer imprudentes, mas isso é apenas porque eles podem não estar tao informados sobre o que é a depressão e sobre o que uma pessoa passa quando a tem.

   4.  Não fale com muitas pessoas ao mesmo tempo

Embora possa parecer mais fácil reunir toda a família e dizer-lhes tudo de uma vez, cada membro da família vai reagir de uma maneira diferente e vai tornar-se impossível ter uma conversa. Para evitar isso fale com as pessoas da sua família individualmente ou em pares.

   5.  Fale sobre os sintomas da depressão

Comece com como você se está a sentir. Seja honesto e direto sobre o que você tem está a sentir, isso pode ser útil para descrever os seus sintomas. Explique também como uma pessoa deprimida pode se comportar.

  • Diga que uma pessoa deprimida pode dormir mais ou menos, e que pode pode emagrecer ou engordar por comer mais ou menos.
  • Faça entender que uma pessoa deprimida pode não estar interessada em fazer ou participar em atividades que anteriormente fazia.
  • Ajude-os a entender que a depressão altera os níveis de energia e motivação de uma pessoa. As pessoas que estão deprimidas podem parecer constantemente cansadas e sem esperança.
  • A depressão ocorre devido a alterações químicas no cérebro e que pode assumir o controlo da vida de uma pessoa.

   6.  Pergunte à família se eles têm alguma dúvida ou preocupação.

Poderá ser necessário quebrar a barreira e perguntar se eles tem perguntas a fazer, pois eles podem não ser capazes de compreender o seu estado de espírito, e o mundo negativo que uma pessoa com depressão está a passar.

Diga-lhes que qualquer pergunta é valiosa porque outros membros da família podem ter as mesmas perguntas. Deixe a sua família expressar a sua preocupação e tente sempre perguntar se alguém tem mais alguma dúvida ou questão.

   7.  Explique o tratamento

Explique as diversas formas de tratamento que existem tais como a terapia e a medicação. Informe a sua família que o tratamento para a depressão é necessário para melhorar, e explique que a terapia normalmente envolve ajudar a pessoa deprimida a entender melhor os seus próprios sentimentos negativos e como elas afetam a sua vida.

Diga-lhes para manter as expectativas realistas, e de que o tratamento pode durar mais de um ano em alguns casos.

Vantagens e Desvantagens de contar que tem depressão

Há vantagens e desvantagens a considerar para determinar se deve ou não deve compartilhar as suas informações pessoais com outra pessoa:

Vantagens

  • Você não precisa mais de se preocupar em manter segredo sobre sua a sua depressão
  • Você pode ser mais aberto em sua vida do dia-a-dia
  • As pessoas a quem contaste podem te ajudar e manifestar apoio contigo
  • A sua divulgação pode ser capaz de ajudar alguém em necessidade.
  • As pessoas a quem contaste podem ter histórias semelhantes, confirmando que você não está sozinho em seus sentimentos ou experiências.
  • A sua história pode ajudar a diminuir os estereótipos negativos e vergonha associados com a depressão e doenças relacionadas.

Desvantagens

  • Alguns podem não entender.
  • Depois de contares, podes ficar preocupado com o que os outros pensam de você.
  • Você pode estar preocupado em ser tratada de forma diferente por aqueles com quem você falou.
  • Os seus membros de família podem não estar prontos para que você possa compartilhar. Você pode querer pensar se partilhar ou não partilhar pode afetá-los.

Falar com a família sobre estar deprimido pode ajudá-lo a se sentir melhor na medida em que a sua família vai cuidar de si e apoia-lo.

Decidir quando, como e com quem você vai compartilhar informações sobre a sua doença e tratamento é uma escolha que cada pessoa deve fazer depois de pesar os prós e contras.